25 de abril de 2016


A intimidade é um segredo que guardamos para nós mesmos, até chegar alguém que desvende tudo sem você nem precisar falar. Antes de tudo, é preciso conhecer-se, e só então conhecer o outro. Conhecer-se para saber que somos humanos, que não somos perfeitos, para então aceitar o amor da forma imperfeita como ele é. Essa imperfeição é talvez uma metade de laranja meio azeda que faltava em nós. Aquela pitada de sal que realça o sabor do açúcar.

Eu ouvi muito dizer sobre o amor, e afirmo que ele é mais que "andar de mãos dadas na rua" e intimidade é mais que "um estar em silêncio à dois". O amor é quando alguém te dá uma semente quando você está limpando um jardim que murchou. E intimidade nada é mais é que pequenas confissões à dois, como "está chato esse dia mesmo com você do meu lado", ou quem sabe admitir "quero muito pegar você"... Pode ser aquele puxão de orelha que te tire da rotina (e se não, do sério), ou aquela hora que ele te vira de cabeça pra baixo só pra sair do tédio. E por fim, deitar, encara-lo bem, e ver em seus olhos que não há nenhuma razão para duvidar de que tudo ali é real. Absolutamente real.

Eu tinha um coração um pouco medroso e desastrado, daqueles que choram demais, que dizem coisas sem sentido. Mas às vezes eu acho que na verdade ele só estava esperando por alguém realmente especial. Alguém que eu nem sabia se ia mesmo chegar. Eu às vezes chego a acreditar que não há mais espaço dentro de mim para aquela garota à flor da pele. Porque alguma coisa aqui mudou e muito e me tornou uma mulher, com todas desventuras de ser. Mas essa noite eu sei que sou apenas uma menina, escrevendo e sonhando... Até pensando... Céus, a vida é assustadora.

E cheguei a conclusão de que nada que sempre ouvi fazia sentido, tudo só pareceu ter sentido quando finalmente passei a sentir por mim mesma. Então eu entendi que certas coisas nós não podemos explicar. Nessas horas, resta-nos só admitir a verdade, e ninguém acreditará, então não há o que questionar. Essas verdades me são compreendidas quando sua história se mistura com a minha... Quando entra em meu texto sem pedir licença. Temos segredos escondidos entre nossos cincos sentidos, que juntos são 10. Duas histórias bonitas, entre abraços longos e beijos vagarosos. 

E meu susto desfaz-se rapidamente em um laço, em um colo... No abraço: o único aperto que a gente deveria passar pela vida. Eu apenas penso que intimidade é admitir isso. É mostrar-se quem é, encontra-se com quem foi, e olhar para quem ainda seremos... E mesmo assim continuarmos aqui. Dia a dia, lado a lado. Dentro um do outro.

O que achou?
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

7 comentários:

  1. Isso é completamente verdade Suzana. É maravilhoso e ao mesmo tempo um outro mundo. O amar é bom. bjooo

    ResponderExcluir
  2. Que texto lindo, amor é algo tão profundo e tão lindo.
    Todos esperamos ansiosos sermos alcançados e embriagados por esse sentimento.

    bjokas =)

    ResponderExcluir
  3. Olá, Suzana! Tudo bem?

    Concordo bastante com o texto. O amor nunca será exatamente como imaginamos, mas talvez chegue perto. O que devemos mesmo fazer é dar a oportunidade da outra pessoa nos conhecer e fazer o mesmo em relação ao outro.

    Como sempre, você está escrevendo de forma incrível.
    Até mais! http://realidadecaotica.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  4. Sem a química dos egos, o amor é mímica entre cegos.
    GK

    ResponderExcluir
  5. Suzana! Menina, adorei tua definição para o amor no 2º parágrafo. Estava com muita saudade de vir aqui ler seus textos! E que para sermos íntimos precisamos nos conhecer primeiro, é a mais pura verdade. Afinal de contas, ao termos consciência de nossas imperfeições, começamos a aceitar as imperfeições dos outros e isso é fundamental!

    Beijão,
    Blog Ó, tô em dúvida...

    ResponderExcluir
  6. tudo que a gente ouve sobre o amor não adianta de nada, porque a verdadeira face dele a gente tem de aprender sozinho. Amor é uma experiência individual, mesmo que precisem de dois em um relacionamento :D

    beijo
    beinghellz.blogspot.com

    ResponderExcluir
  7. A intimidade é complexa de se explicar, mas ao mesmo tempo surge naturalmente.

    Beijos,
    Blog da Dressa

    ResponderExcluir

Deixe sua opinião, será muito bem vinda!

Caso tenha alguma duvida, pergunte, e volte no post que logo será respondido.

Os comentários não aparecem aqui assim que você comenta, todos os comentários são moderados, e podem demorar um pouco para aparecem na página.

ATENÇÃO BLOGUEIROS: Evite spam, não deixe mais de um link na sua postagem, ao contrário ela não será aceita. Eu retribuo COMENTÁRIOS DECENTES. :)