4 de janeiro de 2016



Festas para mim não são "apesar de", elas realmente merecem um motivo especial. Por isso não comemorei a virada do ano. 2015 não foi uma festa. Pensei então se desperdiçava ou aproveitava esse "momento". Mas ainda que tenha rejeitado o brinde, os fogos e a ceia... Não houve desperdício pois, ainda que não tão feliz, vivi o meu momento, digno de respeito.

Não gosto de comemorar sem motivo. Sentir a vida e o que ela me traz é meu jeito de aproveita-la ao máximo. Não nego, tampouco escondo, o que ela me oferece de ruim. As dores, as perdas, descontentamentos... Não podem ser desconsiderados. É hipocrisia desejar sentir a vida e desprezar a parte ruim. A vida é um combo completo. Um misto de altos e baixos.

Tradições não me convencem. Sorrir por sorrir não faz sentido. Sempre se penso se estou ou não no caminho errado, a resposta nunca me importa, só me importa a conclusão de que preciso de coisas reais para viver. E a vida é movimento e mudança. Tudo que preciso no agora em que vivo, é ser franca comigo mesma e com o mundo, sempre. Só assim posso ser sincera. Detesto aparências, odeio mentiras, mas se eu precisar me safar disso, não hesito em quebrar as regras. Uma, duas, três vezes. Porque nem sempre as regras são justas. Nem sempre elas se aplicam ao meu estado espiritual.

2015 foi um ano em que meu coração permaneceu trancado. Eu precisava superar mais uma fase difícil na minha vida, e era extremamente importante fazer isso sozinha. Ninguém, absolutamente ninguém preencheria buracos nem curaria meu coração. Tive amigos ao meu lado quando precisei chorar, outras vezes recorrer a mim mesma, aos chocolates, às compras e ao travesseiro bastou. O importante é que descobri meu valor e o que realmente importa, assumi o controle e compreendi coisas que ainda não havia compreendido. Não pretendo explaná-las no momento, porque tenho consciência da possibilidade de ainda estar errada. Ainda assim, tanto faz.

Esse ano não foi o melhor, foi o ano dos 18 anos, e confesso que se tornar adulto não é nada bom. Decidi que 2016 seria diferente, quero abrir meu coração, trabalhar com ainda mais paixão, escrever muito mais, melhorar meus aspectos negativos, porém aceitar a cada dia minha imperfeição, acreditando sempre que a cada segunda-feira tenho um recomeço, tenho o perdão e graça divino e a chance de ser melhor.

Não é à toa que dia 1º é dia da paz. Que todos meus dias sejam os primeiros. Minha mente, meu coração, minha saúde. Espero de 2016 não ter medo de viver, não perder a cabeça, concretizar planos e sonhos... 2015 não foi um ano de entretenimento, mas sim de muito aprendizado. E espero ter aprendido a aprender bem, sempre, mais e com precisão. ♥

O que achou?
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
Categorias: ,

Um comentário:

Deixe sua opinião, será muito bem vinda!

Caso tenha alguma duvida, pergunte, e volte no post que logo será respondido.

Os comentários não aparecem aqui assim que você comenta, todos os comentários são moderados, e podem demorar um pouco para aparecem na página.

ATENÇÃO BLOGUEIROS: Evite spam, não deixe mais de um link na sua postagem, ao contrário ela não será aceita. Eu retribuo COMENTÁRIOS DECENTES. :)