13 de setembro de 2015


Ora se não é aquela menina... Aquela, que disse que nunca mais faria isso. Está aqui, boba. Esperando um cavalo branco, nem precisa do príncipe... Vai. Mas ela está aqui. Esperando que ele a note, ficou pequena, assim, de novo... Virou uma garota de defeitos... Que não é mais aquela confiança e pose. Ela queria dengo... Mas que dengo coisa nenhuma! Quer levantar a cabeça, sorrir. Fingir que não vê... Ora... Só não tem a coragem. É isso! Talvez não falte um bom moço... Nem muito menos um cavalo... Talvez falte apenas um pouco de coragem.

Pra seguir em frente, sabe? Olhar pra ele e entender que... Puta... Não é ele. E não faz diferença não ser ele. Porque ele... Meu amigo, ele é apenas ele. Não mais. E talvez... Por ele ser apenas ele... Ela queria tanto que ele a enxergasse. Não tem mais nenhum ele no mundo, nem ela, e juntos podiam ser dois em um, ainda mais únicos, mais extremos, aflorados... Seu ideal. Só que...

Ele não enxerga. Na sua cabeça, tão calado... Chega a ser cruel. Ele insiste em ser mais um. Insiste em ser o cara que não ligou, o cara que não quis e o cara que não era pra ser. Apesar de tão bacana... Apesar de tão... Tão... Tão... Nada demais. Ele era... Não é mais. Hoje. É oi, é frio, é dureza no ser dessa moça...

Mas esse é seu jeito... Não quer ser. Não se importa... Ou não a vê? Mas como não a vê? Como ele não a vê? Isso é tão... Triste. Pra ela... Sempre vista... Jugava que isso jamais aconteceria... Julgava te-lo nas mãos... Quase pobrezinha... Quase...

É inútil. Que falta de elegância. Ficar aqui à mercê esperando ele vê-la. Que inutileza... Indelicado... Cru... Toma essa coragem, menina. Engole seco. Levanta, diz que não liga e cruza o dedo... Foge ... Mas pelo amor de deus, saí daí! Ele não te quer... Não é você que ele vai querer... Nem agora, nem nunca. Aceita. Dói, mas dói menos e passa mais rápido. Vamos, levanta. Vamos, levanta. Vamos. Levanta...

Menina... Ora se não é você... Esqueceu que agora é mulher? Novamente ainda, no intimo do teu ser... Aquela menina.

O que achou?
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
Categorias:

5 comentários:

  1. Por vezes apesar de amarmos a pessoa temos que saber ver o dois lados se nos faz mal não é assim tão bom e também acaba por não haver aquele equilíbrio.

    http://retromaggie.blogspot.pt/

    ResponderExcluir
  2. Muito o bom o texto. Gostei muito mesmo.
    Obrigada por comentar no meu blog!

    http://colorful-mushrooms.blogspot.com.br/

    Beijoos ;*

    ResponderExcluir
  3. Na convexa inversão da paixão cega, é em regra a quem nos nega a nossa grande entrega.
    GK

    ResponderExcluir
  4. Ótimo texto! Realmente, se o amor não é correspondido, devemos tomar coragem e seguir em frentel.

    http://www.lagrimasdediamante.com/

    ResponderExcluir
  5. que texto lindo, é complicado quando amamos uma pessoa e ela não nos ama, mas devemos seguir em frente
    beijos http://www.blogdaxavier.com.br/

    ResponderExcluir

Deixe sua opinião, será muito bem vinda!

Caso tenha alguma duvida, pergunte, e volte no post que logo será respondido.

Os comentários não aparecem aqui assim que você comenta, todos os comentários são moderados, e podem demorar um pouco para aparecem na página.

ATENÇÃO BLOGUEIROS: Evite spam, não deixe mais de um link na sua postagem, ao contrário ela não será aceita. Eu retribuo COMENTÁRIOS DECENTES. :)