13 de julho de 2015


Adoro a liberdade. Aquela que te faz voltar, sempre. Adoro quando volta. Quando toma meu tempo como se não me pertencesse. Aliás, não pertence, tu me lembra isso e o faz passar e correr, escapar da minha mão, e eu, corro atrás dele, com medo, com euforia, com o peito batendo mais forte. Adoro quando chega e faz meu coração bater mais forte. Sinto-me viva, sinto-me tua e sinto que não há mal  nisso, nem ao redor.

Se a vida fosse composta apenas de momentos, sem dúvida seríamos eternos. É uma pena que a vida tem seus "desmomentos", esses que sempre te fazem partir, te retraem, me retraem e nos separam. A vida é compostas de vários por quês que nunca seríamos capazes de responder. Deixo você ir, aprendi a deixar, aprendi a não sofrer com isso. Eu deixo você ir e cada vez mais tenho certeza de que preciso viver, para me reencontrar com você, ou sei lá, qualquer outra paz.

E talvez seja esse o amor que mereço e posso dar. A alegria da chegada, o cuidado da partida. Cuidado comigo e com meu coração. Para que não despedace. Amor amigo. Que não odeia, não xinga, não cala, nem consente. Amor que vive quando deixa viver. Por isso eu adoro você. Sempre me deixou viver, aceitou minhas escolhas e nunca deixou de voltar.

Conforme vivemos passamos a entender que as melhores pessoas não são as que ficam, mas as que voltam. Aquelas que quando você menos espera, está lá. É o que há de mais importante -e bonito-, como voltar para uma casa, voltamos a um abraço, a um beijo, a um cheiro. E os anos passam. E nos assustam. E sabemos que nunca ficaremos juntos. Mas não precisamos disso. Pois temos um ao outro. E isso basta. E isso conforta. E isso diz muito de nós (e para nós), mesmo que não troquemos uma palavra. Isso diz tudo.

O que achou?
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
Categorias: ,

30 comentários:

  1. Que lindo texto você escreve muito bem
    Canal:https://www.youtube.com/watch?v=eNNlFtDc1-o
    Blog:http://arrasandonobatomvermelho.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  2. Aiiii sofri com esse post. Me descreveu pois vivo uma fase assim: "E os anos passam. E nos assustam. E sabemos que nunca ficaremos juntos. Mas não precisamos disso. Pois temos um ao outro. E isso basta."

    Beijos

    http://www.cherryacessorioseafins.com.br

    ResponderExcluir
  3. adorei o texto, vc escreve muito bem
    bjs
    Flavia
    www.secret4beauty.blogspot.com
    www.adoteumfocinhocarente.blogspot.com
    loja virtual: www.adote.iluria.com

    ResponderExcluir
  4. Não gosto de partidas, estou sofrendo por ela....

    bjokas =)

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Não há quem goste Bell. Mas é bom se sentir um pouco melhor já sentindo ansiedade da volta, da chegada!

      Excluir
  5. Suzana, você me fez chorar. Que texto maravilhoso, singelo, emocionante, estou até mesmo sem palavras para descrever o que estou sentindo nesse momento. Tocou-me profundamente, parabéns! Obrigado.

    Abraços, até loguinho
    http://www.revolucaonerd.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eu agradeço por esse comentário! Me fez sentir uma pessoa melhor! ♥

      Excluir
  6. Olá.
    Uau, formidável este texto.
    Me identifiquei.

    http://blogexplicita.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  7. Adorei o texto. O segundo parágrafo tem muita coisa que fala comigo, acho que com todos. os "desmomentos". Inevitáveis, que fazem parte de se viver, e como você diz, não temos as respostas. Mas é muito bom viver com aceitação.

    ResponderExcluir
  8. aaah que texto lindo Suu! você arrasa nos textos!

    www.blogamorarosa.com

    ResponderExcluir
  9. Sejamos para sempre prisioneiros da liberdade.
    GK

    ResponderExcluir
  10. Texto bem romântico. *-*
    Existem aqueles amores, que mesmo que não estejam perto, sempre iremos nos lembrar deles.

    http://www.jj-jovemjornalista.com/

    ResponderExcluir
  11. Oi Suzana! Lindo o seu texto! Também amo liberdade, acho que é imprescindível em qualquer relacionamento. Ah, e seu blog é lindo viu? Parabéns!
    Beijos

    http://bazardefoto.blogspot.com

    ResponderExcluir
  12. achei um pouco triste, melancólico o texto, mas querendo ou nao, o texto foi bem sincero e realmente... me fez ficar triste agora bhgaushas muito bom.

    † Inocentemente Ingênua †

    ResponderExcluir
  13. Mesmo depois de ir, é tão satisfatório a volta <3
    Mas existem grupos escooteiros por todo o Brasil! http://escoteiros.org.br/grupos_escoteiros/
    | A Bela, não a Fera |
    | FB Page A Bela, não a Fera|

    ResponderExcluir
  14. Otimo texto como sempre, Su! ♥


    Beijinhos
    n. // Fashion Jacket
    www.fashionjacket.com.br

    ResponderExcluir
  15. Você escreve muto bem moça, texto lindo <3
    http://b-uscandosonhos.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  16. Adorei a mensagem, muito boa, parabéns!!

    Querida, meu blog voltou de férias.

    Beijos,
    Elisandra e suas UNHAS

    ResponderExcluir
  17. Que texto soberbo Suzana, simplesmente fantástico. Adoro estes teus momentos reflexivos. Ficou incrível!

    http://ummarderecordacoes.blogs.sapo.pt/

    ResponderExcluir
  18. Concordo com o que você disse, não são aquelas que ficam e sim as que voltam que importa. To vivendo isso agora, achava que no término do meu ensino médio nada iria mudar e mudou, aqueles que ficaram eu me afastei, mas daquele que se foram eu fiquei ainda mais unida.

    www.vestindoideias.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Que gratificante ver que entendeu a mensagem ♥

      Excluir
  19. Seus textos sempre traz boas mensagens e gosto quando tem um tom de romantismo como este. bjs

    ResponderExcluir

Deixe sua opinião, será muito bem vinda!

Caso tenha alguma duvida, pergunte, e volte no post que logo será respondido.

Os comentários não aparecem aqui assim que você comenta, todos os comentários são moderados, e podem demorar um pouco para aparecem na página.

ATENÇÃO BLOGUEIROS: Evite spam, não deixe mais de um link na sua postagem, ao contrário ela não será aceita. Eu retribuo COMENTÁRIOS DECENTES. :)