1 de março de 2015


Ele sorria, nunca chorava. Ele sorria, nunca chorava. Ele era forte. Ele sorria. Ele só sorria. Sorria. Com ou sem alegria. Ele sério era sem medida. Era estranho. Ele fechava a cara e eu chorava. Doía vê-lo assim. Mas eu sorria porque sorrir era meu jeito de chorar também. E ninguém sabia que tanto riso era só fachada. Eu fechada pra ele e ele fechado pra mim. Sinceros talvez um dia fomos, quando felizes sorríamos para si, olhando um para o outro. E quando não nos olhávamos, mentíamos, ou tentávamos mentir que algo ou o dia não estava para riso.

Nunca mais vi seu sorriso, e nunca o vi chorar. Mas acho que o amo de verdade. Amo tanto que não sei se um dia queria vê-lo chorar. Talvez por isso ele foi embora.

O que achou?
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
Categorias: ,

6 comentários:

  1. Belas palavras, adorei!
    Dps passa la no blog, tem post de inspiração para a moda floral:
    www.usomakeup.blogspot.com
    Bjs e ótimo domingo!

    ResponderExcluir
  2. Sorrir é abraçar com os dentes.
    GK

    ResponderExcluir
  3. Bonitas palavras, gostei bastante do seu texto *-*


    Beijos:*
    Dani - http://www.escritasnachuva.com/

    ResponderExcluir

Deixe sua opinião, será muito bem vinda!

Caso tenha alguma duvida, pergunte, e volte no post que logo será respondido.

Os comentários não aparecem aqui assim que você comenta, todos os comentários são moderados, e podem demorar um pouco para aparecem na página.

ATENÇÃO BLOGUEIROS: Evite spam, não deixe mais de um link na sua postagem, ao contrário ela não será aceita. Eu retribuo COMENTÁRIOS DECENTES. :)