16 de outubro de 2014

Se você gosta de literatura brasileira, levante a mão \o/


Autor: Mário de Andrade| Editora: Agir | N° de Pág.: 240

"Escrito um ano antes de Macunaíma, este idílio - definição do autor - mostra o drama de Carlos, jovem burguês, e de Elza, professora de alemão e pretensa iniciadora do menino na vida sexual. A hipocrisia da sociedade paulistana do início do século serve de pano de fundo para esta história (de amor?)." 
- Sinopse retirada do site Skoob.

Depois de ler Macunaíma (foi leitura desse mês) e me arrependido por ter levado a leitura de tão má vontade, não imaginava que acabaria tão cedo lendo outro livro escrito por Mário de Andrade. Mas só esse título me era irresistível e eu pedi ele na biblioteca da escola. Fiquei babando na edição que me arranjaram: capa dura ♥.♥ Eu estava muito animada para embarcar nessa leitura.

A felicidade é tão oposta à vida, que, estando nela, a gente esquece que vive. Depois quando acaba, dure pouco, dure muito, fica apenas aquela impressão do segundo.

 

Crítica social e modernista


Logo de cara nos é apresentado o "universo" que o livro se apresenta: na sociedade burguesa paulistana, aonde já estamos cansados de saber que mais importava a aparência e dinheiro. Com medo de que Carlos, o filho mais velho, inicie sua vida sexual nas ruas de são paulo, expostos as doenças e drogas, Souza Costa contrata a alemã Fräulein Elza, para "ensinar o amor" ao seu filho.

Fräulein é profissional nisso, começa dando aulas de alemão e piano às crianças e nos momentos oportunos procura seduzir Carlos. No inicio ele ainda é resistente e infantil, mas quando acaba se vendo conquistado pela "governanta", Fräulein procura "dar um gelo" nele pois acredita que assim ele ficará perdido de amor.

E assim acontece, Carlos se apaixona rapidamente até chegar na parte mais doída do enredo: quando se caí na real que há um abismo entre o amor que idealizamos e o amor da forma que ele é.

Para quem se interessa pelo modernismo e pela história da sociedade brasileira, esse livro é um prato cheio. O vocabulário dele é rico, podendo ser um pouco confuso e dificultando o entendimento de certos eventos. Achei a narrativa fraca, pois percebe-se que o autor se preocupa mais em retratar o psicológico dos personagens nessa experiência do que desenvolver um romance. Por isso não é uma narrativa cheia de reviravoltas e emoções, e sim um livro que você pode estudar a mente da sociedade no inicio do século XX, cheia de modos.

"Irmãozinho, principie e siga corajoso. A dificuldade sempre parece maior do que é. A gente chega ao fim, ora se chega!"

Nota: ♥ ♥ ♥ ♥ / 5 - | Leitura média-difícil | Comprar  
(esse livro pode facilmente ser encontrado para download)

Me siga no Skoob e no meu Tumblr.

O que achou?
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
Categorias:

17 comentários:

  1. awwwwn <3 que lindo! adorei! nao li esse.. mas li macunaima e adorei! :P ja viu o filme?

    http://www.tastemycloset.com/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Não nunca parei pra ver!! Macunaíma no fundo até que é legal, mas eu não li em um bom momento ;/

      Excluir
  2. Confesso que ainda não tive oportunidade de mergulhar na literatura brasileira, mas do que li gostei imenso! Boa recomendação :)

    http://ummarderecordacoes.blogs.sapo.pt/

    ResponderExcluir
  3. Acho que li esse livro na adolescência, mas não lembro. É uma boa leitura. bjs

    ResponderExcluir
  4. Já tinha ouvido falar desse livro e tenho muita vontade de ler. Amei a resenha!

    Está tendo sorteio no blog e acho que você devia participar!
    http://goo.gl/FFTjMi

    http://colorful-mushrooms.blogspot.com.br/

    Beijoos ;*

    ResponderExcluir
  5. esse livro nunca li, mas já li varios brasileiros e adoro sim! XD
    bom final de semana flor

    www.tofucolorido.blogspot.com
    www.facebook.com/blogtofucolorido

    ResponderExcluir
  6. Não conhecia esse livro. Ainda não tive oportunidade de ler muita literatura brasileira :)
    beijinhos
    http://direitoporlinhastortas-id.blogspot.pt/

    ResponderExcluir
  7. Que edição mais lindona, como faz pra encontrar o livro com essa capa assim e essa cara de que foi lido e rê-lido milhares de vezes? <3

    Amo a literatura brasileira, dia desses entrei na livraria e sai com vários do Fernando Pessoa. Ainda não tenho Mario Quintana em meu armário, quem sabe, na próxima compra (:

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Na biblioteca mais próxima rsrs ^-^
      Fernando Pessoa pelo que li dele também é muito bom. Mário Quintana é legal mas não me convenceu tanto... Ah! Acho que você confundiu rs O autor do livro que escrevi hoje é Mário de ANDRADE =)

      Excluir
  8. \o/\o/\o/\o/, hahahaha. Amo literatura brasileira, mas não sou muito de procurá-los, ou seja, ainda não sabia desse! :( Confesso que gostei da "sinopse" e fiquei curiosa! <3
    http://totalmenteanta.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  9. Eu tive que ler Macunaíma no colégio, mas essa leitura eu não conhecia!!!
    Se recebeu nota 5, é porque é bom mesmo :)
    Beijinhos, Té
    www.bloglola.com.br

    ResponderExcluir
  10. Esse livro é um clássico do modernismo. Não li ainda.
    Big beijos

    Lulu on the Sky

    ResponderExcluir
  11. Gostei muito da resenha, ainda não tinha ouvido falar desse livro, confesso que gostei da capa. haha
    Parece ser bom, mas não faz muito o meu genero :s

    Beijos
    Fanpage | Instagram
    www.conversandocomalua.com

    ResponderExcluir
  12. A começar pelo título, demais!!!
    GK

    ResponderExcluir

Deixe sua opinião, será muito bem vinda!

Caso tenha alguma duvida, pergunte, e volte no post que logo será respondido.

Os comentários não aparecem aqui assim que você comenta, todos os comentários são moderados, e podem demorar um pouco para aparecem na página.

ATENÇÃO BLOGUEIROS: Evite spam, não deixe mais de um link na sua postagem, ao contrário ela não será aceita. Eu retribuo COMENTÁRIOS DECENTES. :)