10 de outubro de 2014


Autor: George Orwell| Editora: Companhia das Letras | N° de Pág.: 414
 
Quando li Fahrenheit 451 não tinha ideia de que estava embarcando em um gênero literário novo e muito interessante. Descobri isso logo depois que li 1984. O gênero que vos apresento é "Distopia", que é como uma "utopia negativa", ou seja são ficções cujo principal objetivo é levar a tona certas utopias governamentais, geralmente são de âmbito totalitário e opressivo. 

No caso de Fahrenheit 451 a sociedade era baseada no entretenimento e no desprezo da filosofia, e em 1984 não é muito diferente. Ambos livros são clássicos do gênero, mas também existem muitas distopias atuais e até bem famosas, as séries Jogos Vorazes e Feios são alguns exemplos (nunca li as séries, mas pelo que pesquisei). Ou seja, existem vários livros interessantíssimos do gênero, por mais que a situação seja parecida, vale a pena ler pois cada autor mostra determinados pontos de vistas diferentes sobre esse "fim" que a humanidade está cada vez mais perto de chegar, e são ótimas histórias.

Já resenhei Fahrenheit 451 aqui.


Sendo assim, vamos falar um pouco sobre 1984. Confesso que o que mais me alegrou nesse livro foi a maneira que ele é desenvolvido. Nada é "entregue de cara", o leitor precisa se concentrar e contribuir com o entendimento e isso requer um "esforço intelectual" que chega a ser divertido. Confesso que Fahrenheit 451 me cansou um pouco por isso, mas depois você se acostuma e consegue absorver cada detalhe com mais exatidão.

Wiston Smith é um cidadão comum em uma sociedade totalmente controlada, com cada passo fiscalizado pelo governo (tipo um big brother real). Tudo é feito em prol do partido, a história é modificada, a educação e o vocabulário também. Qualquer "ação suspeita", até dormindo, pode levar qualquer um à morte. Você pode achar isso um absurdo, mas através da mídia é possível sim controlar pensamentos em massa da maneira que o governo e grandes corporações desejarem. Tudo pelo poder.

Podia muito bem ser que literalmente todas as palavras contidas nos livros de história, inclusive aquelas aceitas sem o menor questionamento, fossem pura fantasia."

Wiston não gosta disso, mas sabe que não gostar é perigoso. Então ele encontra Julia. Ela também odeia o partido e juntos eles refugiam-se um no outro e procuram uma forma de escapar vivos dessa. Porém mais do que vivos, é possível passar pela "lavagem cerebral" e continuar "são"?

Através do romance vamos entendendo melhor como a sociedade funciona e é possível relaciona-la a alguns regimes que já existiram, como o da Antiga União Soviética, por exemplo. Porém, essa edição contém algumas criticas sobre o livro, e nessas criticas podemos observar que há indícios desse tipo de regime também no capitalismo: como a mídia nos convence a pensar de diferentes formas, seja ela certa ou errada (e até a mudar de pensamento facilmente), para o crescimento de determinada corporação.

O pior inimigo de uma pessoa, refletiu, era seu sistema nervoso."

E uma ultima curiosidade: A primeira edição de 1984 foi publicada em 1949. E outra: Geoge Orwell é pseudônimo de Eric Arthur Blair.  ^-^

Nota: ♥ ♥ ♥ ♥ ♥ / 5 - | Leitura média | Comprar 

Me siga no Skoob e no meu tumblr
O que achou?
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
Categorias:

21 comentários:

  1. Caramba, parece ser bem legal o livro, tenho que ler com calma pra pensar e viajar junto com a história. acho que só nas férias agora k.


    Abraços, Edwin.
    www.oquefaltou.com|Facebook|Twitter|Instagram

    ResponderExcluir
  2. Vou ler este livro em breve. Adoro história e meus professores já me indicaram 1984 como leitura. Adorei o post. Bjss

    http://cold-vanessa.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  3. Distopias! ♥♥♥♥
    Sou apaixonadas nelas, e fiquei curiosa pra ler esse que você recomendou. Pena que eu tenho vários livros na frente :( Mas vou sempre me lembrar dela quando eu quiser ler algo do tipo, hehe.
    http://totalmenteanta.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  4. Resenha maravilhosa o livro deve ser ótimo bom final de semana.
    Blog: http://arrasandonobatomvermelho.blogspot.com.br
    Canal de youtube: http://www.youtube.com/NekitaReis

    ResponderExcluir
  5. Ainda não li Fahrenheit 451... Esse aí parece ser bom também. bjs

    ResponderExcluir
  6. Oie Su, tudo bem?
    Seu blog ta abrindo váárias pop-ups ... to avisando pra se você não souber e tiver como resolver o problema...
    Amei o post!
    beijos

    www.izabellagrimaldi.com

    ResponderExcluir
  7. Parece interessante. Bjus!

    galerafashion.com

    ResponderExcluir
  8. Já ouvi muitas pessoas falando sobre esse genero: Distopia.
    Nunca li um livro que aborde esse tema, mas parece ser bem interessante.

    www.vivendosentimentos.com.br

    ResponderExcluir
  9. Para mim, como já te disse, um dos maiores livros do século XX. Já o li três ou quatro vezes, e ainda pretendo fazê-lo de novo.
    Outro livro importantíssimo e imperdível nessa linha, em que vc parece interessada, e que, por isso, te recomendo, é o "Admirável Mundo Novo" ("Brave New World"), do também inglês Aldous Huxley (George Orwell nasceu na Índia mas tinha cidadania britânica). Vc conhece a famosa canção de Zé Ramalho, "Admirável gado Novo"? Pois bem... É uma alusão a este clássico.
    Parabéns pela qualidade da tua leitura!
    GK

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Também pretendo ler esse outro clássico =)

      Excluir
  10. 1984 é um classico de leitura obrigatoria!!! Li na faculdade. E o mais assustador do livro, é que não estamos tão longe de todos esses absurdos! Existe hoje, censura na internet. Quando o governo, por exemplo, compra perfil do twitter com intenção de fazer propaganda eleitoral. Quando quer retirar do ar opinioes negativas sobre o partido. Isso é real, e a proximidade de tudo isso com o 1984 de Orwell é assustador, cara.

    bjs de Filipinas,
    Gabi Barbará
    Barbaridades!
    Me ajude a tornar o Barbaridades ainda melhor!

    ResponderExcluir
  11. Oi Suzana; esse eu ainda não li, mas quero ler. Gostei da sua resenha.
    Queria te dar uma sugestão, vi você falando sobre monetizar o blog em um post anterior, já conhece a boo-box? Pode ser interessante.
    E na próxima semana vai ter uma maratona de resenhas no meu blog, com prêmio para os comentaristas, te convido para participar :) : petalasdeliberdade.blogspot.com .

    ResponderExcluir
  12. Já ouvi falar muito nesse livro, sobre essa questão de Big Brother, e da Mídia sendo uma manipuladora de nossos pensamentos. Gostei da resenha!


    www.elaecrista.com

    ResponderExcluir
  13. Suz, adoro blogs feito o teu, que tem conteúdo sabe? Nunca ia imaginar que existia esse gênero, utopia negativa, mesmo já tendo lendo 1984, pensei que ele fosse puramente crítica. Agora, me interessei pra ler esse Fahreinten (não sei como escreve), aí que tu falou e também pretendo ler Admirável mundo novo, acho que é na mesma linha, né? Muito bonito seu blog, já visitei algumas vezes, mas só agora parei pra ler. Tô até seguindo. Te espero lá com recadinho no meu cantinho e sua seguida também.

    www.sobrelentes.blogspot.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Fico feliz que você goste! Pois é difícil achar público que aprove ou tenha saco pra esse tipo de conteúdo. rs Sim, eu também não imaginava, mas descobri que esse gênero está até na moda. Admirável Mundo Novo também está na mesma linha e eu tb pretende lê-lo em breve.
      <3

      Excluir
  14. Suu, esse livro é sensacional. É meu top 3! Muito boa a resenha.


    Beijinhos
    Nath | Fashion Jacket
    www.fashionjacket.com.br

    ResponderExcluir

Deixe sua opinião, será muito bem vinda!

Caso tenha alguma duvida, pergunte, e volte no post que logo será respondido.

Os comentários não aparecem aqui assim que você comenta, todos os comentários são moderados, e podem demorar um pouco para aparecem na página.

ATENÇÃO BLOGUEIROS: Evite spam, não deixe mais de um link na sua postagem, ao contrário ela não será aceita. Eu retribuo COMENTÁRIOS DECENTES. :)