25 de abril de 2014

calada

Às vezes eu não falo porque eu sempre achei que certas coisas não precisam ser ditas. Às vezes algumas palavras (por mais simples, por mais bobas que pareçam) não me agradam ser proferidas. Doem. Às vezes não escrevo porque canso das palavras e a complexidade delas. Às vezes canso de mim. E do meu jeito inquieto quanto ao futuro. Do meu jeito medroso quanto o agora. Às vezes fico sozinha por que acho que certas palavras podiam ser economizadas. Há muito dito sem saber, há muito saber que ninguém diz. É confuso e patranho.

Às vezes me enojo com quem vomita palavras. Me cansa e entristece. Há aquele silêncio: Onde todos, constrangidos, contam até 10 até para gesticular. Engolem seco, se sentem mal. Talvez por isso mais tarde hão de comungar até a garganta secar e a cabeça doer. Blá blá blá blá.

Já eu, cansada das palavras que falam em minha mente até o ultimo minuto do meu dia, pelos quais mal posso dormir, me calo sempre emburrada. Constantemente procuro a solidão, e escuto os livros. Quem dera pudesse eu guardar todas as palavras e suas combinações! Atribuir às silabas respectivos sons, dó, ré, mi... E ouvi-las em todos os ritmos possíveis.

Na poesia se faz silêncio, tanto na dor quanto na alegria. Quem dera me podia escutar quando não digo nada! Quem dera pudesse ver além das lágrimas que enxotam sentimentos que não se querem sentir! Se pudesse guardar a sete chaves o sorriso que te é atribuído em sonhos e alegorias! De certo que assim a vida seria mais bonita. Não que ela não seja...

Abrir um coração não só com frases de efeito, fazer do dito, feito. Mas o pensado está tão longe que às vezes nem se pode ser dito! Se eu me calar sem constrangimentos, devo estar nesse encanto, acredito. Fazendo do meu canto, um canto do coração.

O que achou?
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
Categorias:

17 comentários:

  1. Que ótimo texto, tem um tom poético. Acho que é um dos seus textos que mais gostei até hoje.

    petalasdeliberdade.blogspot.com

    ResponderExcluir
  2. Gostei muito do texto. Acho que as palavras realmente tem que ser bem pensadas antes de ditas, ou expostas seja na escrita, na fala, ou até mesmo através de um olhar.
    Até mais. http://realidadecaotica.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  3. Lindo texto
    Me identifiquei bastante, principalmente na parte de me cansar de mim mesma ;)

    Beijos
    @pocketlibro
    http://pocketlibro.blogspot.com

    ResponderExcluir
  4. eu sou a rainha das "palavras não ditas".
    Me identifiquei bastante com o seu texto, de verdade.
    Gostaria de saber escrever o que eu sinto dessa forma, mas nunca consigo.
    Você esta de parabéns. Excelente texto.

    garotapassageira.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  5. Adorei o texto, as vezes tb não sei o q dizer e outras prefiro o silencio! haha
    Bjs

    http://achadosdamila.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  6. Não raro palavras inúteis estragam o silêncio que diria tudo.
    GK

    ResponderExcluir
  7. Nossa que lindo texto, belas palavras!
    Ah estou lhe seguindo no insta, beijos!

    http://www.pamlepletier.com/

    ResponderExcluir
  8. Como sempre, seus textos estão impecáveis, cheio de sentimentos. E eu mais uma vez consegui me enxergar no meio de suas palavras!
    Parabéns

    Beijos

    http://www.justacupcake1.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  9. Olá!
    Adorei o texto, você escreve muito bem, e não "força a barra", sabe?
    Me avise quando sair o livro! Haha!
    Um ótimo feriado e uma ótima semana pra ti!
    Um beijo,
    Ana

    ResponderExcluir
  10. Muito bom o texto! Adorei!
    Queria saber escrever assim....
    Beijos!
    islary34.blogspot.com

    ResponderExcluir
  11. Suz, eu sinto uma tremenda vontade de escrever depois que leio seus textos! Muita beleza pra pouca Ellen aguentar. Obrigada por tudo que escreve, você me inspira muito!
    Obrigada pelo carinho, viu?
    Beijinhos ♥
    http://www.momentosassim.com/

    ResponderExcluir
  12. Li em algum lugar, que muitas vezes o silêncio mata, as vezes ele diz tudo ou não diz nada! Mas as palavras por mais bem articuladas que sejam, nem sempre dirão alguma coisa, não me entenda mal, terá algum sentido na gramatica e na regras do português, mas as vezes falta sentido, falta alma, falta amor, falta poesia! Quem dera, poder organizar todas as palavras em minha cabeça, algumas não ditas, que sempre se imagina e "se" eu tivesse dito! Mas nem sempre iremos conseguir colocar em palavras aquilo que estamos sentido ou mesmo o que queremos dizer, porque quando se fala sobre aquilo se penso, no fundo não é a mesma coisa. Porque quando se diz, algo já se perdeu no caminho, e no fundo acho que só nós mesmos entendemos isto!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Compreendo perfeitamente Bruninha! Você tem toda -confusa- razão!

      Excluir
  13. Parabéns pelo blog, você escreve muito bem. Sucesso!

    ResponderExcluir

Deixe sua opinião, será muito bem vinda!

Caso tenha alguma duvida, pergunte, e volte no post que logo será respondido.

Os comentários não aparecem aqui assim que você comenta, todos os comentários são moderados, e podem demorar um pouco para aparecem na página.

ATENÇÃO BLOGUEIROS: Evite spam, não deixe mais de um link na sua postagem, ao contrário ela não será aceita. Eu retribuo COMENTÁRIOS DECENTES. :)