3 de maio de 2014

natureza

9 Luas by Marcelo Jeneci on Grooveshark

No fundo a gente já sabia. A gente sabia e não sabia o que fazer. A gente doía e amargurava. A gente sorria triste, se trancava. A gente aquietava. A gente calava, a gente nem se beijava. A gente se acostumava e vivia lado a lado cada um no seu universo particular. A gente se amava e o silêncio era a forma mais bonita de amar. Não tínhamos compromisso com erros nem acertos, nós bebíamos egoísmo e engolíamos seco o gosto amargo do nosso para sempre que se esvaía como areia pelas nossas próprias mãos.

Apostamos no poder do tempo e prometemos nos reencontrar em uma esquina ou em algum bar. Veja só, nos encontramos todas as semanas e justamente por isso nos desencontramos. Nós parecemos os mesmos, porque sempre nos conhecemos superficialmente, pelo filme de ações e gestos que desenhamos singelos. Tocar a vida nunca fez tanto sentido e eu nunca pensei que fosse tão difícil.

Um dia você pegou suas malas e foi embora sem olhar para trás. E aquela foi a única vez que chorar não adiantou nada. Você não estava mais lá. Nem o seu silêncio habitava mais lá. Nem os seus sonhos conflitavam com os meus naquele sofá. O cheiro de cigarro não pairava mais no ar. Só a lembrança dolorosa dos seus dias que antecederam sua partida, a sua dor, o seu medo, o seu silêncio. Você finalmente ouviu meu apelo "não volte nunca mais". Me ensinar a te esquecer foi o teu jeito mais bonito de sentir. Mas você se foi porque nunca foi capaz de entender o que sentia.

Você dizia e dizer nunca pareceu tão incerto! No fundo a gente nunca soube. A gente nunca soube e proferia mentiras desesperados para que algum poder do além nos escutasse. A gente não sabia que o coração era o único lugar que se podia alcançar. Não alcançamos porque era pra ser assim. Eu chorava e chorar era a forma mais pura de acreditar. E acreditar era a maior alegria.

E fazia sentido. Mas veja só...

O que achou?
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
Categorias: ,

5 comentários:

  1. Sinto como se tivesse lindo um texto de Clarice. Que lindo, Suz! Seus textos aquecem meu coração.
    http://www.momentosassim.com/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Uau esse comentário me fez ganhar o dia Ellen ♥ Muito obrigada mesmo!

      Excluir
  2. Sabe ultimamente tenho pensado nisso, em alguns momentos podemos jurar que será eterno, que com essa pessoa será diferente, será importante o suficiente para não deixar que vá embora. Mas em algum momento, nos parece que nós perdemos, aquilo que era único se torna tão comum, mas não é possível deixar de lamentar, porque sempre haverá algo que te faz falta. Mesmo sem querer e difícil deixar algo ir, mas é ainda mais difícil deixar alguém perder o espaço que tinha no seu coração.

    ResponderExcluir

Deixe sua opinião, será muito bem vinda!

Caso tenha alguma duvida, pergunte, e volte no post que logo será respondido.

Os comentários não aparecem aqui assim que você comenta, todos os comentários são moderados, e podem demorar um pouco para aparecem na página.

ATENÇÃO BLOGUEIROS: Evite spam, não deixe mais de um link na sua postagem, ao contrário ela não será aceita. Eu retribuo COMENTÁRIOS DECENTES. :)