31 de janeiro de 2014

janela

Leia escutando:

Minha Menina by Palavrantiga - www.musicasparabaixar.org on Grooveshark

Desde que me entendo por gente nunca gostei de histórias que começam com, era uma vez. Mas talvez dessa vez seja preciso. Ou não.

Respira. 1, 2, 3 e vai...

Era uma vez uma tal de Ela que vivia pra se sentir satisfeita com a vida, e nunca pra tornar a vida de alguém satisfatória. Na verdade Ela não encontrava alegria em seu viver quem dirá no próximo. Ela realmente buscava por um sentido, nos lugares errados mas buscava. Era o mesmo que folhear páginas de um livro e não prestar atenção nas entrelinhas que às vezes se sobressaltam mas você por ignorância não consegue enxergar.

O tempo foi passando e Ela já não tinha esperança nesse mundo, mas ela ainda tinha um coração que a mandava procurar coisas que a deixavam ainda mais vazia. Ela andava por ai e se embriagava com sua própria amargura. Se cansava dos abraços de um belo estranho e Ela por vezes pensava em desistir de tudo e se render aos seus medos. Se entregar, afinal que sentido a vida havia lhe mostrado até agora? A vida na verdade começou por um acaso, uma explosão de coisas que nunca deveriam ter ganhado um princípio, era o que Ela acreditava. Além dos dinossauros. Ela também acreditava que o que valia era o momento, a intensidade e somente naquilo que seus olhos podiam enxergar. Se bem que a essa altura Ela já estava desacreditada e puramente confusa sobre absolutamente tudo, aliás estar confusa era a única coisa na qual Ela acreditava no absoluto. Pra Ela tudo era relativo.

Ela conhecia muita gente em seus fins de semana cheios de vazio, mas tinha poucos amigos e um deles acreditava em um Ser no qual Ela nunca teve o interesse de conhecer. Só que eu esqueci o nome desse amigo então vamos chamá-lo de sei lá, Paulo, porque Paulo me lembra o apóstolo e esse apóstolo passou por uma verdadeira mudança de mente e de vida, tudo por encontrar Jesus e bem... Pensar nisso me faz ter esperanças em Ela.

Continua... ou não.

P.S: Essa conto não foi baseado na música, na verdade foi uma 'coincidência'. Um amigo me lembrou a semelhança da música com o texto. Lembrando que eu escrevi de acordo com a minha fé e com as coisas que eu vejo. Ah, repeti muitas vezes propositalmente o nome ''Ela''.


O que achou?
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

8 comentários:

  1. _Ela conhecia muita gente em seus fins de semana cheios de vazio...Uauau q dilicia, uma belezura seu post, por isso o tio Castanha gosta taaaanto de passear por aqui, vc é um showwwwwwwwww merece beijinhos e beijinhosssssssssss

    ResponderExcluir
  2. O final me deu vontade de pedir que a história continue, flor... ficou perfeita, queria saber mais. :) beijinhos

    ResponderExcluir
  3. Adorei seu texto, você escreve tão bem, continua logo!!

    pequenos-exageros.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  4. Nossa que texto lindo, que Ela possa ser transfrmada por Jesus igual Paulo foi. *---* Adorei o texto, lindo mesmo. Beijos, Giovana.

    About Girls

    ResponderExcluir
  5. tambem nunca gostei das historias do 'era uma vez"

    ResponderExcluir
  6. Respostas
    1. Agradeço pelos comentários ♥ Teremos continuação sim...

      Excluir

Deixe sua opinião, será muito bem vinda!

Caso tenha alguma duvida, pergunte, e volte no post que logo será respondido.

Os comentários não aparecem aqui assim que você comenta, todos os comentários são moderados, e podem demorar um pouco para aparecem na página.

ATENÇÃO BLOGUEIROS: Evite spam, não deixe mais de um link na sua postagem, ao contrário ela não será aceita. Eu retribuo COMENTÁRIOS DECENTES. :)