26 de dezembro de 2013

Era véspera de Natal. O telefone tocou.

Era minha vózinha, do nordeste do país. Sua voz denunciava solidão. A conversa ensaiada há anos se repetia. Só se modificavam a idade dos filhos, a família que crescia e os empregos que mudavam. Era o rumo da vida. Mas pra vó era mais um arrastado ano que se iniciava, longe do sorridente velhinho, que a gente sempre lembra da sua partida, no ano passado, dia dos pais.

A novidade, se podia dizer nova, era que já não podia mais fazer seu crochê. Não enxergava bem. Negava-se à visita ao oftalmo. Incentivávamos dizendo: "não há nada demais, você ainda pode usufruir dos favores que a tecnologia nos dá, e pode enfim ver e continuar com sua vida normal". Só que a vida normal não é um favor humano. É dom divino. E minha velinha não tinha nenhuma certeza da vida, além da morte. O tom da conversa, melancólico, dizia por ela: "não sei".

Eu também não sei vovó.

O telefone foi desligado após vários "vou desligar, tá?", "tchau", "adeus", "pra você também" e a sensação do vazio que a saudade provoca, não em mim, mas no ambiente, no semblante do pai, que a gente cansa de sentir mas nunca se acostuma. Eu de longe escutei tudo, com um aperto no peito, e se nada poderia ser feito, refleti.

Todo mundo é gente. Desde todo mundo mais odiável ao mais adorável. Todo mundo sente, todo mundo apanha, todo mundo erra e erra. E uma hora ou outra vai embora. Uma hora o telefone não toca. Todo mundo espera o telefonema. Ninguém nunca imagina... Por isso ninguém tem culpa. Na verdade, todos temos, se todos temos a culpa é nula. Se todos estamos sujeitos ao erro, não se pode julgar. Já que a estrada da vida nos propõe renuncias, sossegos, festas e implicações diferentes pra cada um, o ideal é uma porta ao ódio.

É como eu escuto sempre por aí, se amar fosse fácil, não seria mandamento.

Independentemente de tudo, é Natal. 
Ps: Não me perguntem até onde vai a ficção nesse texto. 
O que achou?
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
Categorias: ,

10 comentários:

  1. Tenho apenas uma coisa pra dizer Su, seu texto foi mt profundo. Sou como voc, escrevo meus textos emprestando minhas experiências e coisas q acontecem cmg de verdade, é como se fosse um desabafo, mas misturados com um pouco de ficção. Seu texto me provocou a sensação de estar ali vivendo aquela situação por causa das suas palavras mt sinceras e verdadeiras. Concordo plenamente com o q voc disse no final, mas é desse jeito, a gente pensa q é fácil, mas amar é complicado!

    http://vivendoforadeserie.blogspot.com.br/2013/12/o-que-eu-quero-de-natal.html

    ResponderExcluir
  2. Não sei o que falar a não ser que o texto me tocou. Ficou lindo.
    Beijão,
    destemidagarota.blogspot.com

    ResponderExcluir
  3. Não sei explicar como, mas este texto me tocou. De um jeito diferente do que todos os outros.

    Beijos,
    posrealidade.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  4. Que texto bonito, profundo e tocante, sério. O final dele foi genial, e realmente, se amar fosse fácil, não seria mandamento!

    http://ladiabolique.blogspot.com

    ResponderExcluir
  5. ola Suzana, que palavras tocantes. !!!! gostei muito bom para refletir!!!
    um beijo amiga!!!

    www.gostandodavida.com

    ResponderExcluir
  6. "...Se todos estamos sujeitos ao erro, não se pode julgar". Todo mundo é todo mundo, somos tão iguais mas tão diferentes. As pessoas não sabem mais respeitar ou dar valor aos sentimentos alheios, o que vale é o material e ponto.

    Lindo texto T^T emocionada aqui. Feliz Natal

    estrellando.com

    ResponderExcluir
  7. Amar e ser amado não é fácil não, Suzana passando pra desejar uma ótima quinta-feira beijos.
    http://www.lucimarestreladamanha.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  8. Lindo seu texto, bem profundo.. mas é natal né, nada de tristezas s2.. *-*

    ResponderExcluir
  9. Bonito, triste..
    escreves muito bem !!

    FELIZ ANO NOVO :)

    ResponderExcluir

Deixe sua opinião, será muito bem vinda!

Caso tenha alguma duvida, pergunte, e volte no post que logo será respondido.

Os comentários não aparecem aqui assim que você comenta, todos os comentários são moderados, e podem demorar um pouco para aparecem na página.

ATENÇÃO BLOGUEIROS: Evite spam, não deixe mais de um link na sua postagem, ao contrário ela não será aceita. Eu retribuo COMENTÁRIOS DECENTES. :)