26 de julho de 2013


As pessoas são agressivas. 

Tenho que me acostumar com isso, pois... Também sou. E machuco mais do que imagino. Nesse mundo que não gira em torno de mim. E dessas pessoas que me tratam como tratam qualquer outra pessoa conhecida. Nesses sorrisos que são espontâneos mas, também são sem intenção alguma. Tudo é mesmo assim, vazio. 

Às vezes eu apenas gostaria de me privar um pouco do que machuca e do que é mal. Mas não é tão fácil assim. E eu não estou falando de amigos queridos que me decepcionam. Eu estou falando das pessoas, do mundo. Todos olham apenas para si. As pessoas julgam, desprezam, debocham... E se sentem bem ao fazer tudo isso. Até eu me sinto. E por isso também me sinto mal. Me sinto mais mal ao saber que outros sentem isso, outros sentem pior. 

Nada é justo por aqui. Mas coragem aí, Suzana. 

Aguardo a hora que tudo vai simplesmente acontecer. Porque só eu sinto o tempo passando cada vez mais pesado, com a sensação de que não estou fazendo nada. E as pessoas olham para mim e falam: "como assim nada? Olhe seu blog, olhe seus estudos, você não saiu ontem pela tarde?..." Chega a ser irônico. Eu acho tudo isso inútil. Eu queria algo maior. Minha mente, tão infinita, agora desafia minha incapacidade, e droga. Eu não to preparada pra isso. De novo, não.

O tempo se esvai pelas minhas mãos. Eu sei que sozinha mal consigo mudar meu mundo. Devo estar precisando de um vão pra me apoiar. Mas hoje em dia falar disso é tão difícil, tão delicado. A gente mal tem a gente, mal tem raízes, a gente é desapego, só se apega mesmo à vida. A gente só quer viver. Mas me fala, dá pra viver sozinho? Dá mesmo pra sair por aí e fazer tudo o que vocês fazem sem machucar um pouquinho?

Vocês desistiram mesmo da verdade? Vocês abriram mão mesmo das esperanças, da razão, do próximo, do eterno, do amor?

Só eu não estou disposta a saber de podres, só eu não quero criticar, ser ruim, ser desse mundo? Eu não me sinto liberta. Queria mais simplicidade pra mim. Mas sozinha não dá. E quem dá valor? E quem me lê até o fim?

Suzana, não se esquece de mim.
Assinado: eu.

O que achou?
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
Categorias:

34 comentários:

  1. Gostei mesmo do seu texto, você escreve muito bem..
    Beijos,

    Luana - http://www.ameninadolivro.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  2. Chorando aqui de emoção Susana menina como é o nome do seu livro eu quero ler porque gente se tem que escrever um livro !

    pink-campbel.blogspot.com awn ♥

    ResponderExcluir
  3. Não sei se acho o texto muito bom ou se sinto muito por se sentir assim Suzana... <=)
    Acho que você precisa de pessoas que te preencham, você não tem medo de se relacionar, ou de se machucar, mas queria ser um pouco menos você e um pouco mais simples. Como você mesma disse em outro post, dá pra evitar ser injusto, porém fazemos tão automaticamente as vezes que só nos damos conta quando alguém chora ou mostra aquele olhar que você certamente conhece, o olhar de quem desacreditou daqui mais um pouco. Você não precisa ser menos você pra ser feliz, precisa de pessoas que não sejam egoístas o suficiente para entender o que você é e que saibam apreciar a leitura do seu ser, página, cheiro, toque, palavra, significado, rgravura, sorriso e que te mande uma mensagem ou vá em sua casa só pra saber se você está bem ou se quer comer algo gostoso! Coragem menina, todos nós somos jovens e sabemos que apesar de olharmos e vermos muitos vasos quebrados, inclusive nós mesmo, a quem olhe e veja beleza e arte, só para aqueles que entendem sobre a vida que querem ter ou acham que sabem! xD

    Abraços e que fique bem! Não menos, sempre mais!

    PedrodeAmolar

    ResponderExcluir
  4. Nossa, que lindo flor! Muito realista e profundo seu texto.

    ResponderExcluir
  5. Eu li até o fim Suzi. E não é só você que não quer ouvir os podres dos outros.Eu também sou eu não gosto de ouvir podres de ninguém.Pois essa mesma pessoa que faz fofoca dos outros pode fazer de nós.
    E outra Ninguém é feliz sozinho. Beijos meu anjo fique com DEUS♥
    http://feriasemparis.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  6. Adorei o texto!
    BJS
    www.byhoradoblush.com.br
    Instagram: @belamatuliones

    ResponderExcluir
  7. O texto é da sua autoria né?
    Achei ótimo! Parabéns


    www.pontoemcomum.com

    ResponderExcluir
  8. As vezes magoamos as pessoas sem querer, eu entendo.
    me sinto realmente como o texto
    beijos

    ResponderExcluir
  9. Olá
    Ótimo texto!
    Você escreve muito bem.
    Beijos

    cocacolaecupcake.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  10. Oi linda...
    Só tenho uma coisa a dizer..
    Parece eu falando..


    beijos
    livrosvamosdevoralos.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  11. Sei bem como é isso, as vezes também me sinto assim :/ Adorei o texto, realmente ótimo!
    www.espacegirl.com

    ResponderExcluir
  12. Suzana, que texto mais bacana! Um tom pessoal abrilhantou suas palavras tornando-as tão verídicas! É realmente um fato o instinto que termos de agredir o outro, mesmo sem intenção. Às vezes somos egoístas e achamos que só nós somos os donos da razão, quando, na realidade, é realmente importante ouvir o outro. Ver que existe uma outra percepção dos fatos para avaliarmos.

    Um abraço!
    http://universoliterario.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  13. Eu entendo perfeitamente. Parece que tem algo que nos prende, que não deixa, sabe? E dói muito. Eu me questiono demais como o ser humano é capaz de humilhar os outros desse jeito.
    "Me fala, dá pra viver sozinho? Dá mesmo pra sair por aí e fazer tudo o que vocês fazem sem machucar um pouquinho?"
    A gente acha que só os outros nos machucam, mas nós também machucamos.

    ResponderExcluir
  14. Muito legal!
    Só vim entender o título no final haha, mt bom

    http://deliriosdeumcloset.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. haha essa é a intenção :P
      Obrigada <3

      Excluir
  15. Você escreve muito bem , <3

    Beijos'
    mundodasgarotasforever.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  16. Olá , amei seu sentimento é lindo , adorei a postagem ! amei seu blog , seu template e suas postagens ! meu nome franciellen taynara

    ResponderExcluir
  17. Muito bacana seu texto Suzana! Gostei muito!

    Parabéns pelo talento!

    Beijos da Kika/Blog Acessarte

    ResponderExcluir
  18. As pessoas estão egoístas demais e esquecem dos verdadeiros sentimentos! Muito bom o texto!
    Você tem talento! Bjs!
    www.mahmaquiagens.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  19. Que texto heim!!! :)

    Beijos
    macaaverdee.blogspot.com

    ResponderExcluir
  20. Essa sensaçaõ de que o tempo está passando e você não está fazendo nada ainda vai te acompanahr por muito tempo. São esses pequenos momentos de reflexão que nos fazem entender a pessoa q somos e a pessoa q queremos ser.
    Beijos.

    ResponderExcluir
  21. É complicado e fácil ao mesmo tempo.
    Somos todos humanos, todos erramos e acertamos. Temos um lado mal e um lado bom, precisamos controlar os dois.
    Tudo passa, todas as angústias passam, mas podemos usar as lições que elas nos deixam para fazer alguma coisa boa para o mundo e pra gente.

    Sorteio do livro "Babyji" lá no blog: www.petalasdeliberdade.blogspot.com .

    ResponderExcluir
  22. Adorei o texto!! Crise existencial, quem não passa por isso, né?
    Sempre fico me perguntando se o caminho que estou é o certo... E sempre tenho vontade de ir em busca de mais e mais!!
    Tenha um ótimo final de semana!!
    Bjss

    http://www.alinedream.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  23. Nossa, me identifiquei muito com o texto!
    Sou uma pessoa que machuco mais do que imagino, com atitudes e palavras.
    Estou tentando ser melhor, mas não é fácil!

    Beijos.

    ResponderExcluir
  24. Olha, não é fácil. Mas a gente precisa se desligar de algumas coisas que fazem mal. Se libertar, sabe? Ser aquilo que a gente se orgulha.

    Um beijo
    www.fizdecanetinha.com

    ResponderExcluir
  25. "A gente mal tem a gente, mal tem raízes, a gente é desapego, só se apega mesmo à vida. A gente só quer viver. Mas me fala, dá pra viver sozinho? Dá mesmo pra sair por aí e fazer tudo o que vocês fazem sem machucar um pouquinho?"... Esses dias aprendi da pior forma que não. Não da pra sair e fazer tudo o que fazemos, e o que queremos, sem machucar... se tivéssemos mais cuidado e carinho uns com os outros faríamos parte de um mundo bem melhor... Eu tbm tenho medo desse mundo...

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Pois foi exatamente isso que quis dizer... Não dá mesmo! Sim, o mundo seria muito melhor! É triste ver como as pessoas simplesmente se viram e não querem nem saber dos outros só buscando a felicidade do próprio ego :/

      Excluir

Deixe sua opinião, será muito bem vinda!

Caso tenha alguma duvida, pergunte, e volte no post que logo será respondido.

Os comentários não aparecem aqui assim que você comenta, todos os comentários são moderados, e podem demorar um pouco para aparecem na página.

ATENÇÃO BLOGUEIROS: Evite spam, não deixe mais de um link na sua postagem, ao contrário ela não será aceita. Eu retribuo COMENTÁRIOS DECENTES. :)