19 de maio de 2013



Eu escrevi com letra maiúscula que não escreveria mais nada. Mas até aí já estava escrevendo. Meio caminho de insensatez andado, continuei. Eu sou sempre assim. Quero fazer o certo mas começo errando. Esse texto começou errado. Mas como começar um texto que fala de fim? Não. Não quero falar de fim. Corrigindo, quero falar de mim, que aliás, leva um pouco de nós. Eu quero escrever sobre o que restou de mim. Que foi pouca coisa, mas foi suficiente. Eu escolhi guardar o amor. E sobrou pouquinho. E eu estou triste, mas sem amor eu seria muito pior. E fiquei com medo de mim. Então amei pra não me perder. E continuo assim. Juntando frases soltas para dizer que talvez nunca exista um ponto final. Ou exista um, dois, três... mal colocados, são reticências.

Esse texto é diferente de todos que já li. Porque você não foi embora, nem eu. Foi o tempo que se perdeu. Entre nós mesmos. E nos afastou anos e anos, mas continuo aqui. Você ainda está aqui? Quanto tempo se passou desde que eu te escrevi "adeus"? Um dia? Uma hora? A saudade faz sim do tempo uma eternidade, mas nos seus olhos eu encontro o agora. Aliás, você sempre dizia, vamos viver o agora. Eu não sei viver o agora, porque agora me dá agonia. Ansiedade. Sem você não tem ombro pra deitar. Só tem coisas que façam o tempo passar. Eu não quero mais parar no agora.

Por favor, não leia mais. Feche os olhos e vá dormir. Ou saia com alguém. Mas pare aqui. Você não merece ler mais uma besteira minha. Eu não te disse antes porque não sei dizer. E já nem me banco a cronista ou escritora, tudo que fiz até hoje foi escrever cartas. Me falta muita coragem pra falar, eu prefiro ficar aqui. Idealizando um futuro que sei lá eu se chegará. Eu prefiro ficar de canto te observando, me inspirando, entre um piscar e outro, uma lágrima dentro de mim, que não escorre na face, só se guarda no peito. E me enche de força pra continuar assim. Olhando pra frente. Porque você não está atrás, no passado. Você está aqui na minha frente, no meu presente, no meu sonho, cada vez mais longe, cada vez mais... Intocável.

Talvez seja isso (des)amar. Apenas viver. Dia por dia. Deixando o tempo levar tudo que foi ruim. Mas também não posso me esquecer senão viverei de voltas. Ah por favor, me deixe um minuto. Não consigo escrever. Pensar nisso dói muito. Deixa pra depois, deixa pra lá. Finge que esquece. Eu não aguento. Desculpa. Não era nada disso que eu ia escrever. Apenas saiu sem querer. Por impulso ou por querer demais. Quero que volte, que pare de acumular desgostos em mim toda vez que vira os olhos fingindo que não me conhece.

É um amor engaiolado que se não alimentar morre, mas se liberta-lo, já não sabendo voar sozinho, morrerá também. Então eu alimento esse amor na tristeza de seu cárcere. Seria melhor mata-lo? Não consigo. Deixe que o tempo se encarregue. Um dia eu esqueço da hora, ou ele foge num descuido meu. Até lá mantenho ele aqui. Vivinho. Tristinho. Cansadinho. Mas cantando. Mas pulando pra lá e pra cá. E me mantendo viva também. Eu já não vivo sem o que sou. E eu sou saudade, totalmente errônea, e eu sou amor. E você, o que se tornou depois disso?

O que achou?
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
Categorias:

53 comentários:

  1. Me identifiquei tanto com o texto (':

    Beijoos, Ana Carolina.
    http://simplesglamour.blogspot.com

    ResponderExcluir
  2. Se tem alguma coisa mais difícil de sentir que isso, ainda não me apresentaram. :T
    texto lindo!

    @karlinhakv
    www.fizdecanetinha.com

    ResponderExcluir
  3. Que texto lindo;)
    Tens o dom da escrita querida, não desistas porque os teus textos são inspiradores.

    Beijinhos
    http://pinkstarnailsanastacia.blogspot.pt/

    ResponderExcluir
  4. Tem saudades que doem e falar de fim não é fácil... lindo texto, flor! ^^

    ResponderExcluir
  5. Nossa mto bom o texto,vc escreve mto bem,tá de parabéns,escrevi um texto bom qndo tava com raiva :/

    bel-somostaojovens.blogspot.com

    ResponderExcluir
  6. Oi, Suzana.

    Muito intenso o seu texto, parabéns! Gosto muito de prosas poéticas, não são tão boa com elas, assim como não sou tão boa com poesia - porque sou boa mesmo é com prosa. =) Admiro quem é bom nisso. Mais uma vez, parabéns!

    Beijos,

    Isie Fernandes - de Dai para Isie

    ResponderExcluir
  7. Que lindo!!!!!

    Uma otima semana pra vc

    bjss

    http://consuminhosecaprichos.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  8. Esse é o tipo de amor que quer ir e ao mesmo tempo ficar?
    Beijos

    Helena - https://hassdc.wordpress.com

    ResponderExcluir
  9. Que perfeito, é dificil saber o que se tornou depois do fim
    beijos

    ResponderExcluir
  10. Awnnt *---*
    Somos uma web show e queremos convidar todos pra dar uma olhada no nosso blog e na nossa web show,gostaria de ir até lá?
    http://thebestteeen.blogspot.com.br/
    beijos.

    ResponderExcluir
  11. Um texto tão inspirador que qualquer elogio não poderá estar a altura.

    Apenas uma nota interessante: me fez pensar nos amores que já nascem "zumbis", semi-vivos, com dia e hora para morrerem oficialmente... mas será que morrem de fato? Ou será que em alguma parte de nós eles ainda se remexem como algo que se recusa extinguir-se?

    abraço!

    http://princessandfashion.wordpress.com

    ResponderExcluir
  12. Apaixonada seria a palavra correta para descrever como eu me sinto sobre o texto? Não sei. Acho que sim, porque sinceramente eu amei do início ao fim. A música embalou as palavras de uma forma perfeita, até ajudou a ler melhor. Lindo. Adorei. Saudades é um problema. Se acostumar com algo e depois não ter mais é pior ainda. Doi, mas continuamos alimentando aquilo. "Quem sabe?", "Pode acontecer de novo?", "Pode ser que sim...". É assim mesmo amar.

    Lindo! Vou querer voltar aqui sempre.

    Beijos,
    Monique Premazzi.

    ResponderExcluir
  13. Obrigada ♥.♥

    Que texto lindo <3

    Instagram: ferdallan
    http://www.leferblog.com.br

    ResponderExcluir
  14. Ai meus deuses! Que texto lindão! Tem olhos nas minhas lágrimas! Amei.

    Doce Iludida

    ResponderExcluir
  15. Concordo com tudo no texto, está muito incrivel perfeita a parte:" Talvez seja isso (des)amar. Apenas viver. Dia por dia. Deixando o tempo levar tudo que foi ruim. " E me desculpe, mas foi impossivel parar de ler :/

    nossoblogsecreto.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  16. Gostei do texto.
    Beijos


    www.ingridlemos.com.br

    ResponderExcluir
  17. Adorei esse texto, também gosto muito de escrever. http://www.portrasdoarmario.com/

    ResponderExcluir
  18. Gostei da crônica! E a música ajudou para eu ficar mais adentro do texto. Me identifiquei MUITO em algumas partes.

    Xx
    www.likeparadise.com.br

    ResponderExcluir
  19. gostei do texto.
    todos somos um pouco de saudades, vc de um amor, outros de um amigo, irmão, pai.

    beijos
    http://365diasvariados.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  20. Nossa, lindo texto. Muito bem escrito e cheio de sentimento. Apesar do peso que ele carrega, é ótimo de ler...amei mesmo!!

    Beeijos
    http://planejandoarotina.blogspot.com

    ResponderExcluir
  21. arrasou no texto, su!como sempre.
    mas se vive preso e triste, será mesmo amor?

    Beijos!
    Nathália • Fashion Jacket
    www.fashionjacket.com.br

    ResponderExcluir
  22. Ahn, lindo o texto. Parece um pouco (ou muito) com o que tenho sentido :S Sentimento que se quer libertar mas não se consegue.
    boa semana
    ;*

    www.redbehavior.com

    ResponderExcluir
  23. Eu sempre digo isso, mas preciso lembrar que sempre me identifico muito com os teus textos, e é um dos principais motivos que me faz adorar teu blog!
    Amei, de novo! :)
    Beijocas

    ResponderExcluir
  24. Vc escreve muitíssimo bem, parabéns viu bjs
    www.mahmaquiagens.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  25. Susu, a saudades é realmente algo que se pudésssemos na maioria dos casos, mataríamos sem pensar duas vezes. E ela dói, viu!? E como dói. :\

    Adorei demais o texto. Parabéns!

    Um abraço!
    http://universoliterario.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  26. Adorei o texto, sem + !
    Beijos

    www.soentreamigas15.blogspot.com

    ResponderExcluir
  27. Nossa que lindooo! Saudade é um sentimento bom, ás vezes ruim e que causa dor, mas adorei!
    Bom começo de semana.
    Beijos!
    Paloma Viricio- Jornalismo na Alma.

    ResponderExcluir
  28. Também sinto como se pensar doesse muito, às vezes. O texto é bem manhoso, sabe? Mas eu gostei, hihi

    Beijos
    Brilho de Aluguel

    ResponderExcluir
  29. Uau, que texto lindo.
    É seu ? voce tem talento :)

    http://www.natendencia.com/

    ResponderExcluir
  30. Lindo! vc escreve muito bem adorei um beijão

    ResponderExcluir
  31. Belo texto!
    mande seu Texto apara nova Coluna do Blog.
    Entre em contato e especifique direitinho

    http://emummundopossivel.blogspot.com.br/

    beijo!

    ResponderExcluir
  32. Adoro essa musica, mto linda!

    :*
    http://rachelmalheiros.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  33. Sen-sa-ci-o-nal esse texto. E lindo. :)

    ResponderExcluir
  34. Owwn, Adorei esse texto!
    Você escreve perfeitamente bem :)

    ResponderExcluir
  35. Oi flor adorei seu texto, super lindo !!
    Estou retribuindo a visitinha no meu blog e passando pra dizer que estou seguindo e curtindo já se quiser retribuir e curtir a minha page ficarei grata, beijinhos
    lisandrasperansa.blogspot.com.br
    https://www.facebook.com/pages/Lisandra-Speransa-Make-Up/223711647773433?ref=ts&fref=ts

    ResponderExcluir
  36. Olá, obrigado pela visita lá no blog.
    Gostei bastante daqui e já to seguindo :)
    Adorei o seu textinho, você sabe se expressar muito bem.
    Gostei da parte final sobre o passara que não sabe mais viver livre...
    Beijos
    neversaynever-believe.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  37. O amor não se pode matar pois o amor é vida. Suzana texto maravilhoso é pra gente refletir cada palavra que foi escrita, beijos.
    Links:

    Estrela da Manhã

    Divulgue seu blog no face

    ResponderExcluir
  38. Suzana,

    Cheguei num ponto onde acho que não consigo dizer mais nada, mas acho que essa música resume um pouco o que você está sentindo menina, muito linda ela, pra quem gosta:

    http://letras.mus.br/chico-buarque/45181/

    Agora eu deixarei que o tempo haja sobre você, e que você faça suas escolhas se é que já não fez! Boa Sorte! =)

    Rezarei por você

    Abraços

    PedrodeAmolar

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Brigadin Pedro ^_^ vou escutar a música *-*

      Excluir
  39. Suzana texto lindo, um dos que mais gostei, muito gostoso de se ler, Suzana adorei a analogia do amor engaiolando com um pássaro numa gaiola, foi muito bom :) amei o texto, beeijoos

    ResponderExcluir
  40. oi linda seu blog e lindo
    se poder da uma passadinha no meu blog
    http://diva-com-glitter.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  41. Adorei o texto, continue escrevendo! Parabéns!

    ResponderExcluir

Deixe sua opinião, será muito bem vinda!

Caso tenha alguma duvida, pergunte, e volte no post que logo será respondido.

Os comentários não aparecem aqui assim que você comenta, todos os comentários são moderados, e podem demorar um pouco para aparecem na página.

ATENÇÃO BLOGUEIROS: Evite spam, não deixe mais de um link na sua postagem, ao contrário ela não será aceita. Eu retribuo COMENTÁRIOS DECENTES. :)