25 de março de 2013


Não tem problema. Já estou acostumada. São incertezas, são erros, acertos e dias bons e ruins. Eu acho que tomei uma decisão. Mas ninguém nunca vai realmente saber. Já não dá pra explicar, não dá pra falar. Na verdade, eu nunca soube falar. Tudo. Nunca vou conseguir. É muito. O que eu penso, o que eu vivo, o que eu sinto e... Você. São partes de mim. Partes quebradas, rompidas.

Tento ser realista. Não vale a pena o esforço. Que explicação? Não existe explicação, apenas vá embora sabendo que sim, a culpa foi sua, totalmente sua. Mas eu não vou jogar nada na sua cara. Você sabe o que faz muito mais do que eu. Chega a ser irônico. Ah! E não me olhe com cara de quem não entende, não sabe... Eu não sou tão difícil assim de entender, pelo contrário, sou tão aparente, só é muito mais fácil fingir não saber do que abrir os olhos e enxergar.

E eu estou sendo forte. Talvez por estar acostumada, afinal, sozinha eu já me sentia há muito tempo. Sempre. Ah! Mas é tão sincero... O que você me trazia, brotava em mim mesma um campo de rosas e borboletas me visitavam sempre que o via, mas... O outono, o inverno... Acabou. As cores, os sorrisos tão bonitos. Estou profundamente murcha e sem o que dizer. Ah eu não faço ideia de como isso foi me acontecer! Só me aperta e você não faz ideia, de como é sem graça... Vazio... Sem... Ti.

A cada minuto minha mente recria todo aquele sonho que a gente viveu. É como se a sua história fosse escrita junto com a minha. Teimosa, meu coração sonha perdidamente que o conto dos mocinhos vai ter um final feliz. Mas sejamos sensatos. Não vou alimentar essa ilusão. Não mais. Uma hora acaba, uma hora morre, ou sei lá, inunda. Tanto faz. Eu sei que depende de mim. Ser feliz depende apenas de mim. Nesse momento.

Eu preciso provar a mim mesma que posso. Que você vai errar o quanto quiser e não ter que dar conta disso a ninguém. E eu não vou esperar por nada. E esse texto não é para você, é para mim mesma. Vai, coloca esse pé no chão, e segue. O mundo não acabou, e você tem a você mesma. E leia um livro, e toque seu violão. Esqueça, distraia. Desafeto. Desfeito. Descaso. Dor no peito. E deleito. E fim.


O que achou?
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
Categorias: ,

28 comentários:

  1. O texto é ótimo! ;)

    www.makeshineoficial.blogspot.com

    ResponderExcluir
  2. Adorei o texto, foi muito bem escrito! Já passei por uma situação parecida, me identifiquei bastante com o que você escreveu.
    Beijos,
    depoisdeveneza.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  3. é tão dificil encontrar textos tão profundos assim.... gostei bastante Su! Quero mais!
    Depois passa no CV!
    xoxo, vickie♥
    ~~>Chiclete Violeta//Clica no Perfil

    ResponderExcluir
  4. Na maioria das vezes para estarmos felizes, temos que primeiramente estar bem com a gente mesmo, né?!
    Beijos,

    lolaporlola.blogspot.com

    Instagram: stephanieparizi

    ResponderExcluir
  5. Cara, que texto lindo! Me lembrou uma situação que passei por causa de uma "amiga" minha, causou o maior reboliço e eu tinha achado que a culpa era minha, mas uma hora aquela amizade ia acabar, eu pressentia isso. Então eu escrevi, mais pra mim mesma do que pra ela. E isso realmente me ajudou :)

    http://meninamoderna-blog.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  6. Oieeee
    Texto lindoooo! Parabensss...
    Meu blog mudou um pouquinho de foco... Dá uma olhadinha...
    Bjoss
    http://morenanude.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  7. Caraca que lindo... Caraca foi a palavra mais forte que conseguii.. Tipo de texto que a gente se identifica sabe!?
    Lindo demais. Tudo coerente do começo ao fim.. Quem for depressivo e ler ai já era.. A pessoa se mata de vez hauahuah
    Ótimo trabalho. Quero ver mais textos como esse por aqui, ok!?

    Curtiu?
    http://www.facebook.com/pages/BLOG-Angel-Poubel/593476004003339?ref=hl

    Big bj ;*
    http://angelpoubel.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  8. E Fim? Haha Jamais!
    Te convidarei pra tocar meu blues sobre todas as coisas, pois ainda não consegui aprender sobre tudo e talvez nunca consiga, mas vou vivendo e aprendendo com a desculpa de aprender e viver de tudo e fazer minha maior obra-prima.
    Me alegra os contratempos, Deus, como os tenho carinho e aos montes, pois perdi a pouco a mulher que amei por muito tempo, hoje continuo escrevendo belos textos e penso em aprender a tocar saxe maravilhosas etceteras! Haha
    Tabaco (postagem) foi meu último trago, e assim segui para um mais novo vício, que ainda não tenho certeza do qual, mas deve ser de continuar meu caminho torto e cheio de boas trilhas sonoras.
    Não se preocupe, um dia estará falando disso com um belo cappuccino ao som de uma jukebox em algum lugar que ainda nem conhece com boas pessoas e dançar por mais uma noite dentre tantas! Haha

    Espero que voe denovo menina, eu rezo. =D

    ResponderExcluir
  9. Oi tudo bem? Estou um pouco sem tempo (como sempre), por isso não estou vindo direto aqui, mas sempre que posso estou presente!
    Quero agradecer por ter visitado meu blog, e por ter me desejado parabéns! MUITO OBRIGADA!
    Depois eu volto e comento sobre o post, porque são muitos comentários para agradecer!

    Mais uma vez, desculpa e obrigada tá?

    @esteffanifontes, do blog Aos Dezesseis Anos
    aosdezesseisanos.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  10. Poxa eu amei. Sem o que tirar ou colocar.

    XOXO
    Joven Clube.

    ResponderExcluir
  11. nossa que texto mais inspirador, adooreii o/
    acervo-de-livros.blogspot.com

    ResponderExcluir
  12. Nossa muito bom adorei a forma como escreveu com frases curtas beijoss

    ResponderExcluir
  13. Ops...esqueci a assinatura!^^
    Beijos!
    Paloma Viricio- Jornalismo na Alma.

    ResponderExcluir
  14. Bom dia :)

    Como vai?
    Gostei do texto,bem sentimental mesmo.
    É dificil seguir em frente quando a gente se decepciona mas a vida segue não é mesmo?

    Beijos e cuide-se
    Tenha uma excelente semana
    Rimas Do Preto

    ResponderExcluir
  15. Adorei o texto, ótima terça.

    http://simples-e-agradavel-bloog.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  16. "Eu não sou tão difícil assim de entender, pelo contrário, sou tão aparente, só é muito mais fácil fingir não saber do que abrir os olhos e enxergar." <3 Adorei!
    Eu não sou tão difícil assim de entender, pelo contrário, sou tão aparente, só é muito mais fácil fingir não saber do que abrir os olhos e enxergar.

    ResponderExcluir
  17. Lindo texto Suzana, temos que pensar em nós mesmas, ser realistas, fazer o que gostamos, adorei, vejo muito de superação de auto-estima e auto-confiança! Amo ler seus textos. bjus

    ResponderExcluir
  18. To nessa vibe tbm Suzana... adorei o texto. Ta na hora de eu colocar o pé no chão mesmo, o mundo não acabou :(
    beijão

    ResponderExcluir
  19. Oie gente , se não for encomodar , peço por gentileza que de a opinião de vocês nesta postagem ! , Senão segue não precisa seguir ! , Acho que outras opiniões ajuda muito ! , Não vou dizer que estou triste por um comentário anonimo ! Pois não me acrescentou em nada ! , veja se há algo de errado nessa POSTAGEM ! , E MELHOR DE TUDO OBSERVE O 1° COMENTÁRIO , e me diga oque achas !

    http://candyedream.blogspot.com.br/2013/03/icones-para-desktop-hello-kitty.html#comment-form

    ResponderExcluir
  20. T.T Vc tá muito boa nisso de escrever sobre mim involuntariamente ahueuaeh que texto lindo :') foi feito para nós então rsrs amei. Parabens.

    Beijo ^^

    fairieswboots.blogspot.com

    ResponderExcluir
  21. parece estar me escrevendo!
    http://blogadolescentequalquer.blogspot.com

    ResponderExcluir

Deixe sua opinião, será muito bem vinda!

Caso tenha alguma duvida, pergunte, e volte no post que logo será respondido.

Os comentários não aparecem aqui assim que você comenta, todos os comentários são moderados, e podem demorar um pouco para aparecem na página.

ATENÇÃO BLOGUEIROS: Evite spam, não deixe mais de um link na sua postagem, ao contrário ela não será aceita. Eu retribuo COMENTÁRIOS DECENTES. :)