20 de outubro de 2012





 
Eu sou muito imprevísivel. Minhas certezas nunca estão realmente certas, minhas dúvidas não foram eternas, minhas inseguranças às vezes até eram um pouco seguras, minhas crises sempre foram incompreensíveis, meu estilo nunca foi descrito, meus amores para sempre nunca duraram para sempre, nem mesmo no meu coração. Sou meio independente. Não gosto de me sentir presa, nem a sentimentos, nem a compromissos, nem a pessoas, nem a coisas. Talvez seja por isso que fujo das palavras bonitas, chego atrasada nos lugares e vivo doando minhas roupas que usei demais.

Quando passo a chamar algo de "meu", me sinto mal. Quando me chamam de "minha", no começo é até muito legal, mas logo sinto um aperto no peito, um medo, uma coisa tão estranha, que dá vontade de sair correndo pra casa, entrar no quarto e chorar. Tenho meu caráter e gosto de respeito. É que quando me sinto no controle daquilo que poderia me prender, automaticamente me considero uma pessoa feliz. Sou vingativa, quase sem querer. Gosto de poder, de ter, de mandar, de planejar, fazer. Antes eu morria de medo de céu, de vento, de tempo, de destino. Porque eles não cabiam na palma das minhas mãos. Hoje os aprecio, faço deles minhas metas e inspirações. Ainda sim soam duvidosos para mim.

No decorrer de acontecimentos nas frações de segundos da minha própria vida, vou me perguntando: por onde estou andando? Às vezes nem eu mesma sei... Vou indo, vou levando, vou sonhando e deixando acontecer. Mas na verdade, quando estou a só comigo mesma, me pergunto: até quando? O que fazer? Faço o recomendável: vivo. Mas algo em mim me faz sentir essa sensação de desespero quando vejo que nada está realmente previsto, ou até mesmo certo. Eu estava tão distraída a ponto de deixar isso me levar. Não vou apostar todas minhas moedas. Seja como for, será o meu bem.

Gosto dessa incerteza, também. Se não fosse ela, não sei o que de melhor ocuparia minha mente. Mas no fundo, eu desejo... Lá no fundo... Sei que acredito que alguém tenha a chave, que abra meu peito e arranque meu coração para me fazer menos egocêntrica. Também acredito que essa chave é única, e muito difícil de encontrar. Só me resta pedir a Deus todos os dias que cuide de quem está com ela. É, isso aí, não sou tão madura assim, sou meio insana, bobona. Mas gosto de todas essa sensações, só acho que um dia elas terão de passar. E uma pare e fique. Ou melhor, me faça querer ficar.

Nem eu mesma me entendo, como poderia entender todo o resto à minha volta? Não estou preparada para tanto, ou tão pouco. A cada dia a vida me oferece um novo olhar, uma nova maneira, uma nova história. É tão chato e difícil de escolher... Que eu sempre deixo essa sorte de acaso escolher. Mesmo não acreditando no acaso. E quando declaro não acreditar no acaso, automaticamente a culpa é toda minha. Droga. Dessa maneira parece tudo errado mesmo. Mas nem me importo. Até porque qualquer maneira parece ser errada, e seria perda de tempo aceitar uma mudança, um adeus, um até logo. Então eu mantenho estável, e continuo na mesmice. Quando tudo virar de ponta cabeça, aí eu dou um jeito, aí eu choro um pouco e me levanto e faço tudo voltar ao meu controle. Por enquanto, estou feliz, ainda que incerta.

Suzana
O que achou?
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
Categorias:

36 comentários:

  1. Lindo o texto, me idntiquei cm ele, pelas minhas incertezas


    rockdeverdadeeatitude.blogspot.com/ bj

    ResponderExcluir
  2. Texto perfeito pro final de semana, adorei flor! beijos

    ResponderExcluir
  3. Lindo, adorei a música e o texto. Belas palavras ><
    Hey, comenta essa postagem do meu blog?
    http://laialisafa.blogspot.com/2012/10/pore-refining-solutions-stay-matte.html
    Obg! Bjinhoss

    ResponderExcluir
  4. Adorei esse trecho: "No decorrer de acontecimentos nas frações de segundos da minha própria vida, vou me perguntando: por onde estou andando? Às vezes nem eu mesma sei... Vou indo, vou levando, vou sonhando e deixando acontecer".

    Beijos
    macaaverdee.blogspot.com

    ResponderExcluir
  5. Um texto bem profundo, cheio de altos e baixos, decepções e alegrias, enfim. O jeito é domar as vontades maiores que nós, planejar a ossa vida da melhor forma possível e seguir em frente, vivenciando todas as boas experiências, mas as que nos tragam aprendizados, ou seja, quase todas. gostei de seu post, nos mostra um pouca a mais de ti, ficou bem peculiar, bem identificado, apesar de existir vários textos que descrevem quem o escreve, porém cada qual com seu jeito. Abraços

    R. Leroux

    ResponderExcluir
  6. me indentifiquei com o trecho: "Eu sou muito imprevísivel. Minhas certezas nunca estão realmente certas, minhas crises sempre foram incompreensíveis, meu estilo nunca foi descrito, meus amores para sempre nunca duraram para sempre, nem mesmo no meu coração. "
    achei legal a música que vc botou pra a gente ler o post e ouvir.

    TRASH ROCK

    ResponderExcluir
  7. Adorei o texto, bem profundo!
    Seguindo o blog... bjus
    http://blog2anosemeio.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  8. Bacana o texto!
    Parabéns pelo blog!

    Beijinhos!!!

    www.estilodalola.blogspot.com

    ResponderExcluir
  9. lindo texto (:
    http://1mundoteen.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  10. Nossa gostei muito
    bjus
    http://gatasdamoda-becaelana.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  11. hey flor obg pela visitinha, ja to seguindo aqui bm domingo post novo xoxo http://fastfashionpink.blogspot.com.br/2012/10/blog-post.html

    ResponderExcluir
  12. Suzana, pra mim, esse é o seu melhor texto que vi aqui. Gostei muito e me identifiquei, principalmente com o primeiro parágrafo. Está tão bem escrito e abordado que nem tenho o que dizer, sério. Penso em usá-lo, mas claro que com os devidos créditos.
    Beijinhos

    hiperbolismos.blogspot.com

    ResponderExcluir
  13. Adorei o texto, me identifiquei e muito com essa parte: "Nem eu mesma me entendo" isso é muito eu, eu sou uma confusão que nem que consigo arrumar nada rs
    bjinhos
    conversando-com-a-lua. blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  14. Que texto lindo e interessante! Também sou bem imprevisível e cheeia de dúvidas, rs.
    Você é ótima com textos, mas acho que já disse isso antes...
    Beijos,
    depoisdeveneza.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  15. Curti o texto.
    Tá rolando um tipo de promoção bem Rock n' roll lá no blog, vai lá conferir =) Beijo

    http://shelikesrockn-roll.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  16. Suzana, vou divulgar seu texto na Fan Page do Acesso Permitido no Facebook, porque é muito, muito, muito bom mesmo! Estou impressionado. Realmente, acho que não é somente com você, essa preocupação de ter tudo nas mãos, tudo sobre controle. Tudo ao alcance de nossos olhos, de nossas vidas. ADOREI

    Você gosta de criar layouts? Gosta de ser único em seus templates? Pois bem, hoje no Acesso Permitido, uma lista de 4 sites que você precisar visitar. Um beijo do seu querido leitor e amigo. Acesso Permitido. :D Entre pelo perfil ~*

    ResponderExcluir
  17. Texto lindo demais!
    http://blogandocomtatah.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  18. Esse texto... tão... tão... tão eu...
    Estou pensando se há palavras pra comentar algo tão magnifico. Sério. Perfeito esse texto. Meus parabéns! Me encantei totalmente rs
    Beijos ;*

    ResponderExcluir
  19. Peeeeeeeeeeerfeito o post, seilá você consegui se expressar bem, eu adorei, e tipo muitas pesssoas tem isso tbmm né

    >>http://e-xpressando.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  20. Adorei seu texto!
    Parabéns viu? Ele é muito inspirador.

    ResponderExcluir
  21. sabe, flor, acho que no fundo todas nós nos sentimos assim... um poço de incertezas com algumas parcas gotas de decisão. E não importa a idade ou quanto o tempo passe, algumas incertezas nos acompanham sempre, até o fim.

    abraços!

    ResponderExcluir
  22. Su, AMEI.
    Não tenho certeza de nada também e acho que isso que me faz feliz. Pessoas que tem muitas certezas são chatas. O que importa é estar sempre mudando. De roupa, de opinião, de tudo...

    Beijos
    Nathália • Fashion Jacket

    ResponderExcluir
  23. Nahim...gosto muito dos seus textos, sempre trazem ótimas reflexões. Acho que temos que nos sentir bem com o que somos de verdade.Bom começo de semana.
    Beijos!
    Paloma Viricio- Jornalismo na Alma

    ResponderExcluir
  24. Muito lindo seu texto! Também sou cheia de "dúvidas", "incertezas", e não acho isso de todo ruim, já pensou se tivéssemos a certeza de tudo? O mundo seria tão chato se não ocupássemos nossa mente e nosso tempo tentando desvendar os seus mistérios...


    - Princesa Cristã // Oficial

    ResponderExcluir
  25. Acho que quando estamos na adolescência, as incertezas são inúmeras pois ainda estamos descobrindo o mundo, estamos crescendo e aprendendo a lidar com cada situação. Mesmo assim depois de um tempo as ideias vão amadurecendo e as incertezas viram certezas.
    Aproveite essa fase, ela é única e depois que passamos sentimos a maior falta!


    Bjs
    Blog: Vida de Noiva

    Produtos de Casamento: Clique Aqui

    ResponderExcluir
  26. As incertezas fazem parte da vida...
    adorei o texto Suzana, também gosto de certa forma da incerteza rsrs...
    beijooos

    ResponderExcluir
  27. Vc escreve muito bem...
    Adorei mesmo, pura verdade!!!


    http://ericatutty.blogspot.com.br/

    beijos

    ResponderExcluir
  28. As vezes nem eu mesma me entendo, Legal o texto.

    Beijos, acesse o blog clicando no perfil.

    ResponderExcluir
  29. Gosto das tuas reflexões!
    E quer saber.. eu também não me entendia muito não, mas aos poucos as coisas começam a ficar mais claras pra gente.. é só deixar o tempo agir!
    beijão.

    ResponderExcluir
  30. Texto lindo e bem longo, não consigo escrever coisas tão extensas assim, me complico toda *-* adoreei <3

    ResponderExcluir
  31. Adorei o texto Suzana, muito bom ver as sensações e os sentimentos expostos, beijos

    ResponderExcluir

Deixe sua opinião, será muito bem vinda!

Caso tenha alguma duvida, pergunte, e volte no post que logo será respondido.

Os comentários não aparecem aqui assim que você comenta, todos os comentários são moderados, e podem demorar um pouco para aparecem na página.

ATENÇÃO BLOGUEIROS: Evite spam, não deixe mais de um link na sua postagem, ao contrário ela não será aceita. Eu retribuo COMENTÁRIOS DECENTES. :)