30 de janeiro de 2015

"As pessoas que você mais ama, são as mais difíceis de manter por perto"


Saudade é um laço que se tornou nó. Uma borboleta que morreu e um coração que desacelerou. Saudade empaca na garganta e não sai de jeito nenhum. Saudade é grande e nunca cabe no peito. Saudade é um sentimento confuso, uma tristeza do que foi alegre. É solitária, é intima, é inexplicável.

Somos humanos aleatórios, perdidos no espaço e no tempo, mas a saudade é a prova de que estamos vivos, que mesmo sempre em busca da felicidade, choramos, e não por que queremos, mas sim porque não conseguimos dominar o corpo, as lágrimas. Porque ainda que a mente almeje um futuro contente, algo ainda insiste em olhar para atrás.

A saudade é a prova do nosso descontrole, que mesmo que imensamente se queira, nunca depende totalmente de mim, nem da minha determinação, nem do meu potencial, nem do meu dinheiro e nada do que eu possa fazer, é impossível voltar a viver o que se viveu. Talvez porque crescemos, porque não temos as mesmas pessoas ao redor ou até porque mudamos e não podemos regredir. É um sentimento às vezes desamparável, porque vemos que o mundo não para, as pessoas não param para voltar atrás. E o que para você foi tão importante não foi nada mais que um momento que já passou.

Uma coisa é certa: a saudade é a prova de que valeu a pena. Ainda que ao olhar pra trás você só consiga xingar, só consiga sentir remorsos, arrependimentos, tristezas... Você sente saudade e ela prova que ali você estava vivo, ou seja você pode ter errado, mas você também sorriu, você também cuidou e mesmo que tudo agora esteja perdido essa é sua prova que só sobrevive a sua mente enquanto viva: a lembrança que estará para sempre marcada em seu peito. E essas marcas nos moldam e nos tornam cada vez mais (desesperadamente) únicos.

Mesmo que um dia se tenha chorado muito, sentido até demais, o que podemos fazer agora é sorrir, é ser forte, é ter esperança de que no futuro cultivemos lembranças que também trarão outras marcas e outras saudades, porque viver é isso: é atar laços e aprender a conviver com os nós que eles dão.

"Aqueles que passam por nós não vão sós. deixam um pouco de si, levam um pouco de nós." - O Pequeno Príncipe

29 de janeiro de 2015

E mais uma vez eu vim anunciar o fim de uma saga épica. Percy Jackson e os Heróis do Olimpo infelizmente chegou ao fim.  Eu fiz um super resumo de todos os livros anteriores da saga, pra quem não viu, podem ver aqui.

É com certa melancolia e tristeza que eu venho resenhar esse livro, afinal, são 5 anos acompanhando anualmente o lançamento dos livros da da saga Percy Jackson ... E enfim, acabou.


Aqui finalmente temos o fim da terrível profecia dos sete que consiste em derrotar Gaia. Graças aos meus queridos semideuses essa Deusa Cara Suja está novamente em seu sono de imundice e lama. Ô GLÓRIA! Finalmente a Princesa da Lama parou de sambar na cara dos nossos amiguinhos né? Ok, foco no livro.

Uma coisa que me incomodou um pouco foi que Percy e Annabeth se transformaram praticamente em personagens secundários nesse ultimo livro porém, abriu espaço para as narrativas de Piper, Jason, Leo, Nico e Reyna e, sim, ficou muito legal. Nico e Reyna tiveram um desenvolvimento incrível ao longo da saga e isso me agradou bastante. O que foi narrado por Piper e Jason também não foi chato. Os capítulos do Leo dispensam comentários: sempre os melhores, rendendo varias marcações no meu exemplar e ótimas risadas.  Assim como os outros livros, O Sangue do Olimpo tem uma leitura rápida e gostosa, daqueles que você lê e nem percebe que já chegou no fim.

Mesmo o final não sendo lá essas coisas eu me surpreendi, tio Rick deu o final aos seus personagens do jeitinho que todo fã esperava, só que da maneira dele. Não foi um final com muitas mortes e aqueles "OMG NÃO ACREDITO!" durante a leitura mais eu adorei, de verdade. Tio Rick, você deu um final digno a saga e eu lhe agradeço por isso.

E, pra finalizar, a próxima  trilogia do tio Rick será  Magnus Chase e os Deuses de Asgard. Sim, Magnus é primo de Annabeth, coisa que descobri lendo as entrelinhas no finalzinho de O Sangue do Olimpo. Não posso falar muita coisa se não eu vou soltar spoilers e quero deixar vocês curiosos AHAH

Beijos, até a proxima!

26 de janeiro de 2015

Finalmente consegui fotografar look! Ufa! Tirei o domingo pra fazer isso, em cima da hora de postar o look do Desafio Fashion! O tema da vez foi escolhido por mim, e eu decidi pensando nesse vestido ♥ Eu já tenho ele há um tempão, mas nunca gostei do caimento dele em meu corpo, porém eu cresci um pouquinho e até engordei, então ele foi se ajustando e sempre que eu o coloco fico surpresa me perguntando como consigo deixa-lo tanto de lado no guarda-roupa! Pra uma combinação bem básica, usei a primeira sandália que comprei por super impulso com meu primeiro salário haha É que ainda nem contei pra vocês meu novo vicio (além dos livros), que me fez comprar 5 pares de sapatos em quase 3 meses trabalhando.

Outro detalhe legal que fiz por mim desde que comecei a trabalhar é o design e correção da minha sobrancelha, que faz toda diferença quando tá bonitinha. rs

Sem contar a super hidratação no cabelo, que agora me permite ter minhas ondas bonitas com muito mais facilidade que antes.

Uma super camada de rímel The Colossal Volum (que também foi uma das primeiras coisas que comprei) e já não vivo sem.

E como de costume, meu batom vermelho queridinho.




Acho que essas fotos demonstram muito bem como me sinto agora. Tudo se encaixando novamente, apesar da correria.

Vamos conferir os looks das meninas?


25 de janeiro de 2015

Minha semana começou com um domingo perfeito no Hopi Hari, que deu pra gastar bastante energia, tomar sol e descansar só um pouquinho. Depois vou contar cada detalhe pra vocês. No trabalho, devido a volta às aulas foi bem corrido, sábado foi meio louco mas no fim deu tudo certo, todo mundo como sempre deixou pra ultima hora porém demos conta de tudo. Agora fiquem com os detalhes:

• Comecei a responder as perguntinhas do meu Q a Day, que é um diário que tem 365 perguntas para você responder uma por dia e depois responder de novo por 5 anos, pra ver o que mudou e tudo mais. Logo logo também vou mostrar mais detalhes desse diário que ainda não é vendido no Brasil. 

• Um marcador que peguei lá no trabalho. ♥

Leminski pra alegrar a vida ♥

• Os últimos dois livros que peguei lá no trabalho. ♥


Falando em livros, eu e a Jhully iniciamos um projeto incrível pra esse ano que mal posso comentar muito. Mas tem tudo a ver com livros, com escrita e com nossa page Entre Versos e Palavras, então se você ainda não curtiu pode correr e curtir, pois vem muita coisa por aí ♥


Outra coisa que me deixa animada são os projetos com o blog, pela falta de tempo não está tudo indo tão rápido como eu gostaria, mas aos pouquinhos tudo está sendo definido, vocês vão se surpreender com as novidades! E eu mal posso esperar pra colocar todos os planos em prática! ♥


Mudando de assunto, esse é o par de brincos fofinhos que minha irmã me deu de natal ♥

E de selfies tenho: eu sensualizando, eu retrô, eu de novo e eu e meu irmão no hopi hari torrados de sol.

Últimos posts:


Me siga no instagram.